A Batalha de Animam – 06

Capitulo 06 – Entendimento.

fanfiction-originais-a-batalha-de-animam-2991012,130120151415

Ao chegarem na casa de Alexa, ela não parava de chorar , saber que havia matado alguém lhe deixava louca, pois sabia como era a dor de perder alguém tão importante, ela se sentava no sofá e ele logo se sentava ao seu lado, ela se aninhava em seus braços e continuava a chorar, se sentia uma criança indefesa com toda aquela situação.

– Não fique assim, essa foi apenas sua primeira luta….- Ele respirava fundo e voltava a falar. – Você precisa entender que nessa batalha terá que fazer isso para sobreviver e vencer ou será você no lugar daquela garota.

– Eu não consigo entender, porque tudo isso está acontecendo comigo,…eu não entendo, porque ele teve que morrer?! – Ela voltava a chorar e ficar abraçada com ele.

– Você realmente não sabe nada sobre essa batalha não é? – Seus olhos mostravam a tristeza que ele sentia por ver ela naquela situação.

Ela apenas balançava a cabeça em modo negativo.

– Não entendo como lhe escolheram, todas as garotas escolhidas conhecem perfeitamente toda  historia da batalha e seus propósitos. Mas bem, já que não sabe de nada irei tentar te falar tudo que sei, nos vidas temos um pequeno limite do que podemos falar sobre a batalha, então provavelmente não poderei te ajudar tanto como desejaria.

Alexa enxugava as lagrimas pois via que ele realmente queria lhe ajudar e estaria lhe apoiando, ela respirava fundo e tentava conter a sua tristeza e não chorar mais precisava entender melhor sobre o que iria enfrentar a partir dali.

Aquela que assistirá partida estava sentada a mesa de frente para a sua vida, ambos tomavam chá e ficavam por um momento em silencio até que a garota quebra totalmente o silencio.

– Não entendo como ela pode ter sido escolhida, ela não sabe nada sobre isso….será que todos os boatos que estão ocorrendo entre os participantes é real? – Ela o encarava, parecia querer uma explicação lógica de qualquer maneira para o que havia acontecido.

– Minha querida, não podemos acreditar nos boatos, mas acho que dessa vez devemos, ela parecia totalmente perdida com o que fazia, ela não mostrou nada de especial, apenas que é desajeitada e não sabe lutar. Com isso só mostra que você com toda certeza irá ganhar a Batalha. – O rapaz sorria e tomava um gole do chá, ele sempre sabia o que dizer para ela e para acalma-la.

-Tudo bem, mas irei tentar descobrir melhor sobre essa história, ela está cada dia ficando mais apegada ao rapaz, não gostaria de ve-la triste.

Os dois continuavam o seu chá e o silencio voltava a dominar o ambiente.

Voltando a Alexa e Fenris, os dois continuavam sentados no sofá mas Alexa o olhava com atenção queria saber tudo o que era possivel, não podia continuar sendo uma garota fraca, agora que fora escolhida para essa batalha.

– Eu não sei quanto tempo faz, mas essa batalha existe a muito, mas muito tempo…nunca é revelado o desejo do recipiente que vence. Mas entenda existem as Lideres, elas são os recipientes que estão em um nivel muito acima da garota que enfrentou, ninguém sabe quantas garotas são ao total na batalha, mas que apenas 3 podem ser as lideres. Para conseguir chegar entre as três não é quantas batalhas ganhou, mas por merecimento, com demonstrações de habilidade e grandes poderes, é algo escolhido pelos sábios.

– Sábios? velho gagás que escolhem as garotas, parece meio pervertido isso. – Ela começava a rir só para descontrair o ambiente.

– Não pense assim, sua bobinha…leve a coisa mais a sério, tem mais coisa ainda para saber. Agora a parte mais importante da batalha é o funcionamento das partidas, você viu que por mais que estávamos no dojo e a garota havia te chamado para batalhar nós estávamos em outro lugar?! Pois bem, todas as batalhas acontecem em outra dimensão, mas seria como se apenas nossas almas fossem para essa dimensão, conforme você ganha e melhora você ganha armas melhores e até mesmo uma vestimenta que ajudara a ter uma defesa melhor.

– Uhul, adorei saber que vou ganhar roupas novas, isso sempre é bom…

– Boba, bem para acontecer a partida tem 3 maneiras, primeira um recipiente chamando o outro para o duelo como foi que aconteceu com você e não tem como você dizer não, para nenhuma partida por sinal. O segundo modo é o duelo consciente ambas decidem horário e local que irão duelar e o terceiro modo é o mais raro de acontecer é quando uma das lideres lhe convida para o combate. Mas uma coisa, se ambas os recipientes estiverem perto e nenhum estiver com interesse de lutar nada irá acontecer. Então cuidado, não sabemos quem é, mas as vezes para nos sacanear e nos obrigar a lutar, um dos sábios manda o modo de encontrar um recipiente. – Ele a olhava e fazia uma careta de como se iria contar algo que não deveria a ela. – Você pode saber quem é pelas marcas no pulso, mas cada marca é bem diferente, é um pouco complicado localizar desse modo, pois as vezes a marca não aparece para as outras recipientes.

Ela olhava atenta para ele mas demonstrava estar cansada, abria a boca de sono mas levava a mão a boca para tentar esconder, começava a rir.

-Me desculpe é tanta coisa para assimilar em um único dia que acho que minha mente começou a pifar, vamos terminar de falar sobre isso amanha. – Sua voz era sonolenta. – Se desejar ficar há um quarto para visitas….melhor do que ir a essas horas, além que me sentiria mais segura com você por aqui.

– Você quem sabe, as pessoas podem pensar coisas erradas em me ver dormir na sua casa, ainda mais que mora sozinha.

-Não ligo para isso, não mesmo…o quarto de visita é no segundo andar, terceira porta a esquerda, o banheiro é ao lado do quarto se quiser tomar banho.

– Fique tranquila comigo, vá descansar eu me viro….trate de ir caminhando para o seu quarto mocinha…pois amanhã tem aula.

Já era manhã ela acordava com seu despertador fazendo um escândalo como sempre, saia do quarto meio sonolenta, estava usando apenas uma camiseta que era grande, mas conforme andava mostrava sua calcinha, por estar sonolenta nem se lembro que o rapaz estava na casa, ela sentia o cheiro da comida e por seu raciocínio estar tão lento, acabava falando um pouco enrolado.

-Irmão, que milagre é esse você está acordado e fazendo comida? – Ela passava a mão nos olhos e um estalo forte em sua mente a fazia acordar por completo e percebia o erro do que havia falado. – A me desculpe, não estou acostumada com mais ninguém na casa. – Ela percebia que ele estava sem jeito enquanto olhava para ela, foi então que ela se tocou da roupa que estava usando, no mesmo momento ficava totalmente vermelha, parecia um pimentão.

Saia correndo e voltava para o quarto, estava totalmente sem jeito com a situação, respirou fundo e resolveu ir se arrumar para ir para o colégio. Ao descer novamente ainda estava um pouco vermelha não sabia como encarar ele depois de toda a cena.

– Hey mocinha, porque saiu correndo aquela hora, não era para tanto. – Fenris dava uma curta risada e sorria para ela. – Vamos logo para escola, não podemos chegar atrasados, mais uma coisa eu fiz seu almoço, aqui está.  – Ele entregava para ela, que só o olhava e sorria sem jeito.

– Obrigada…- Sua voz saia em um tom baixo e ela logo ia para a portar ao abrir dava de cara com sua amiga, ela já estava na porta a esperando, Alexa em um pulo cumprimentava a amiga. – Bom dia Diana.

A amiga olhava achando estranho o modo que a amiga estava. – O que está havendo Alexa, você parece estar assustada e preocupada. – Antes da garota responder alguma coisa, o rapaz aparecia a porta e continuava a sorrir.

– Bom dia.

Diana sorria de canto e puxava a amiga para um pouco mais longe do rapaz. – Agora entendi porque estava toda assustada, não queria que eu o visse saindo de sua casa não é? O que vocês andaram aprontando?

Alexa ficava mais vermelha ainda com a amiga falando aquelas coisas. – Não fizemos nada okay, ele só estava me fazendo companhia porque saímos muito tarde do treino ontem e seria perigoso ele ir para a casa dele aquele horário. Não pense em nada errado. – Ela estava inquieta com aquilo, não parava de mexer nas mãos enquanto olhava para a amiga.

– Tudo bem, não vou pensar em nada errado, mas parece que você está toda caidinha por ele. – Sem que ela pudesse dizer mais alguma coisa o rapaz parava próximo as duas.

– Mocinhas, é melhor irmos se não iremos chegar atrasados no colégio.

Ambas apenas concordavam com a cabeça e o acompanhavam ao lado, o silencio era tomado no caminho toda para a escola, Alexa mal podia pensar em conversar que já ficava toda vermelha e lembrava do acontecimento mais cedo.

O dia passava ambas se separavam para ir aos seus clubes, mas Diana ia para a sala do conselho do seu clube, ao abrir a porta Apollo a espera com o chá pronto. Ela se sentava de frente para ele e cruzava os braços, seu olhar mostrava que esperava o rapaz dizer alguma coisa.

– Minha querida eu lhe chamei aqui pois tenho uma ótimo noticia para lhe dar e uma ruim. Qual prefere ouvir. – Ele servia o chá para os dois e se sentava.

– Pode começar pela ruim. – Sua voz era séria, ela pegava o chá e tomava um pequeno gole.

– A noticia ruim é que existe um recipiente que está  procurando como louca para tentar lhe enfrentar e parece que este recipiente tem se sobressaído em todas as suas lutas, muitas vidas estão dizendo que ela pode tomar o lugar facilmente de uma das lideres. Você precisa tomar muito cuidado com quem fala.

Ao ouvir o que ele dizia, Diana começava a rir e voltava a olhar séria para ele. – Acho que isso não é uma noticia tão ruim, é uma noticia adorável, espero que ela consiga me achar logo para mostrar o verdadeiro lugar dela. Mas vamos deixar essa noticia de lado, o que é a noticia boa? – Ela tentava não demonstrar, mas seu olhar mostrava toda a curiosidade que sentia em saber o que era a noticia boa.

– Juro que tento te entender minha querida, mas você é muito misteriosa, mas vamos as noticias boas, esse final de semana que se aproxima é um dia especial no SPA da minha família, é um fim de semana para os esportistas, vai estar presente os melhores do país é uma chance para treinarmos e melhorarmos ainda mais, espero que possa ir comigo. – Ele sorria enquanto olhava para ela esperando a resposta.

– Terei que conversar com meus pais, sabe como eles são..- Ela respirava fundo e tomava mais um gole do chá.

– Chame sua amiga então, provavelmente se ela for eles deixarão, não acha? – Ele tomava um gole do chá e ficava observando ela.

– Sim, mas acho que se ela for teremos que levar mais uma pessoa junto.

– Quem? – Ele olhava curioso para ela, mas logo sua ficha caia. – A você está falando da vida dela não é?

– Sim, estou falando do Fenris, ela não sabe que eu participo e que muito menos eu sei que ela participa dessa batalha, mas parece que os dois passaram a noite de ontem juntos, então melhor levar os dois e descobrir o que eles estão armando.

– Concordo, então chame os dois por favor, irei deixar avisado aos meus pais que iremos esse final de semana para lá. Agora é melhor irmos ao treino se não os outros alunos irão reclamar pelo atraso e sabe que eu não gosto.

Ambos deixavam as xícaras na mesa e saiam em silencio da sala e iam para a área de treino.

Já era noite Diana liga para Alexa para fazer o convite para o fim de semana no SPA, as duas fazem todos os planos para o fim de semana ser maravilhoso.

– Alexa preciso de um enorme favor seu nesse fim de semana. Mas só poderei lhe contar no sábado de manhã.

– Antes de deixar a amiga responder ela desligava o telefone e atendia o seu celular era sua vida ligando.

– Diga?

– Parece que a garota descobriu o colégio onde estuda, cuidado ela está cada momento mais próxima de te achar.

OBS: Não deixe de comentar, seu comentário é muito importante.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s