A Batalha de Animam – O4

Capitulo 04 – Kendo

624c8da923cdab3693e9c9329022e17df5159d9c

Alexa sorria totalmente sem jeito para o rapaz. – Me desculpe, desculpe, acabei me distraindo aqui na porta, mas pode deixar que já estou indo embora. – Ela ia saindo de fininho quando é segurada pelo colarinho e puxada para dentro do dojo pelo rapaz, que logo ia gritando para todos prestarem atenção nele.

– Pessoal atenção, parem tudo que estão fazendo e prestem atenção em mim, parece que temos uma nova participante, ela estava observando vocês a um bom tempo e parece que nenhum de vocês a notou. – Todos começavam a se aproximar dos dois.

-Uma garota no dojo, isso será ótimo. – Todos cochichavam e riam, pareciam estar feliz com uma presença feminina. O rapaz que havia a pego na porta pigarreia alto para que todos sessassem os cochichos e risos. Ele se virava para ela e sorria.


-Seja muito bem vinda ao clube de Kendo, sou Fenris e serei o seu mentor e fique tranquila, pois será muito bem tratada por todos aqui, esses bobos são inofensivos, se alguém falar alguma besteira pode me avisar que darei um jeitinho nele. – Ele começava a rir, mas é interrompido por Alexa.

-Mas e se eu vim apenas para passar um recado dos professores? – Ela o olhava e se mantinha séria. O sorriso do rosto do rapaz some e fica totalmente sério ele a segura pelo braço e ia a puxando pra fora.

-Então o que estava fazendo na porta observando o treino? Se fosse algum recado você poderia já ter avisado não acha?

Alexa se estremece de medo e começa a rir sem graça. – A desculpe eu realmente estou aqui para participar do clube, eu estava com medo de entrar e atrapalhar o treino e ser expulsa daqui e não conseguir entrar em mais nenhum grupo. – Ela estava parecendo um pimentão de tão vermelha que estava ficando, mexia em sua mãos sem parar não sabia o que fazer.

Ele para de puxa-la e a solta. – Ok, ok…Novamente digo seja muito bem vinda ao nosso clube. Bem preciso arrumar um uniforme para você, espere aqui um momento irei buscar. – Ele voltava a sorrir e desaparecia no meio de todos os rapazes que voltavam a cerca a garota, todos a enchiam de perguntas mas ela apenas sorria sem jeito e não consegui responder nada.

Fenris logo voltava com o uniforme. – Vamos todos dando meia volta, voltem aos seus exercícios, não quero ninguém parado. – Ele sorria para a garota e entregava o uniforme. – Acho que esse irá lhe servir, bem terei que te explicar como se coloca, é um pouco chato de inicio, mas logo você se acostuma e pega o jeito, bem irei te acompanhar até o vestiário e irei te passando as instruções do lado de fora.

-Okay. A sim que grosseria minha não me apresentei, me chamo Alexa. – Ela pega o uniforme das mãos de Fenrir e segue até o vestiário. Seguia atentamente os passos que eram passados por ele, mas o último nó não saia como ele havia dito, estava errado, ao sair do vestiário o rapaz percebe o erro e se aproxima dela a deixando totalmente nervosa e preocupada.

– Parece que o último nó está errado, eu arrumo para você, mas preste atenção como ele é feito, pois tem que ficar certinho da próxima. – Fenris se aproximava mais da garota e com todo cuidado desfazia o nó e recomeçava a fazer, Alexa por um momento para de prestar atenção em suas palavras ao ver seus olhos, eles a deixavam hipnotizada era de um tom verde claro e se destacavam ainda mais por conta de sua pele branca e seus cabelos negros, se parecia com um príncipe de conto de fadas. Ela o observava tão fixamente que nem percebia que o estava deixando sem jeito.

-Pronto. – Fenris tentava esconder a vergonha que estava sentindo ao perceber a garota o admirando tanto. Ao ouvir a voz do rapaz ela saia do transe e sorria agradecendo.

-Obrigada, dá próxima vez eu juro que ficará certinho. – Sua mente só passava uma coisa. ” Droga não vi nada do que ele fez. Estarei frita amanhã” – Alexa seguia todas as ordens dadas por ele, os dois treinariam separado dos outros por estar começando depois de todos.

No final do treino já estava tarde, a noite já tomava conta do céu, haviam passado um pouco mais do tempo previsto para o termino do treino.

– Alexa, me espere irei te acompanhar até sua casa, está tarde e seria perigoso você ir sozinha, não acho certo deixar uma dama desacompanhada além que seus pais acabariam brigando comigo se a deixasse ir sozinha.

– Fenrir se mostrava totalmente preocupado com a questão do horário.

-Fique tranquilo, eu moro sozinha, não tenho ninguém para brigar comigo por conta de horário, só se o meu gato resolver brigar ai sim eu estou frita. – Ela ria e não ligava muito para a preocupação do rapaz, ela não ligava para isso há muito tempo atrás. Fenris acabava se juntando as gargalhadas.

-Mesmo assim irei acompanha-la até sua casa, se não, não irei dormir bem essa noite. – Ele dizia tais palavras sem jeito.  A garota apenas o responde com um breve sinal com a cabeça e os dois partem rumo a casa de Alexa.

Uma semana já se passava após a entrada dela para o clube de kendo, as duas amigas se viam apenas na ida e durante a aula. Ao encontrar a amiga para ir a aula Diana estava com um folheto em mãos e o entregava para Alexa.

– Gostaria de ir nessa cafeteria, parece que abriu faz apenas dois dias e todos estão falando muito bem dela! Dizem que os bolos de lá são os melhores da cidade, vamos?

-Claro, vamos sim, vai ser ótimo. – Alexa sorria e observava atentamente o panfleto. – Bem pelo menos é fácil chegar lá, que tal irmos esse sábado?

– Ótimo, estou morrendo de vontade de ir, nos encontramos em frente a sua então para irmos. – Diana olhava para o relógio e via que iam se atrasar se não apressassem seus passos. – Melhor nós apressarmos, se não chegarmos atrasadas.

O dia passava, Alexa se esforçava a melhorar cada dia mais no kendo, estava realmente dedicada a aprender e querer ficar forte.
Sábado chegava com um belo dia ensolarado e quente, as duas se encontravam pela manhã no ponto combinado e iam caminhando para a cafeteria, contanto o que se passava em seus clubes.

– Alexa acho que estou começando a gostar do meu professor de arco e flecha, o jeito dele me encanta cada dia mais, quando fico muito perto dele fico totalmente sem jeito. O Apolo é um rapaz muito bom. – Diana era interrompida por Alexa.

– Nossa, nossa para tudo… olha que partidão aquele próximo a vitrine da cafeteria. Cabelo longo e branco, olhos azuis…até parece você em uma versão masculina. – Ela começava a rir, sabia que amiga ficaria totalmente sem jeito com a situação.

– Alexa o bonitão ali é o meu professor, o que será que ele está fazendo aqui, ele me disse que raramente sai de casa por causa dos estudos. – Quando Diana percebe ela estava falando sozinha e Alexa já estava quase perto do rapaz.

– Olá, quer dizer então que você é o professor da minha amiga, agora entendi o porque dela ter me falado tudo aquilo. – Ele a observava sem entender nada. – A me desculpe estou sendo totalmente rude e sem educação me chamo Alexa e estudo no mesmo colégio que você e minha melhor amiga é sua aluna no clube de arco e flecha.

-Olá, que boa surpresa encontrar as duas aqui, gostariam de me acompanhar em um café? Mas cade a Diana?

– Os dois olhavam em direção da onde a garota havia vindo e veem um ser totalmente branco, parecia estar em uma profunda depressão. Os dois riem ao ver a cena e Alexa corre até a amiga.

-Vamos logo Diana, ele vai se juntar a nós na cafeteria, sua chance de mostrar todo o seu charme a ele. -Diana estava sem reação, mas em sua mente passava mil e uma coisa.

” Aquela doida foi falar com ele, como pode ser tão cara de pau, eu vou morrer, não acredito o que ele vai pensar de mim. ” – Enquanto ela pensava em mil coisas, Alexa a puxava para dentro da cafeteria.

Os três passam horas ali conversando. Apolo é o primeiro a ir embora, mas as duas continuam ali conversando por mais um tempo e a Diana querendo matar e ao mesmo tempo agradecer a amiga pelo o que tinha feito.

Notas finais:

Não esqueça de comentar, seu comentário é muito importante.

Kendo (em japonês: 剣道, caminho da espada), quendô (português brasileiro) ou quendo (português europeu) é uma arte marcial japonesa moderna (gendai budo), desenvolvida a partir das técnicas tradicionais de combate com espadas dos samurais do Japão feudal, o Kenjutsu. O praticante de kendô é chamado de kenshi ou kendoka.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s