Noite das mil faces – 05

Convite ao baile

fanfiction-originais-noite-das-mil-faces-3449991,020520152041

No dia seguinte os papéis que ele pedira estava em sua mesa, passava os olhos rapidamente pelas folhas, algumas coisas escritas não o agradavam mas naquele momento teria que deixa-los de lado, haviam coisas mais importantes para se fazer no momento, antes de investigar mais sobre os dados incorretos da pesquisa.

Os dias se passavam e o prazo dado pelo ministro se esgotava, Adrian estava com tudo pronto, todos os desenhos de visuais, estatuas de gelo, organização de cardápio, composição de cores de toda a decoração. Ele então colocou tudo em uma pasta e entregou para o secretário do primeiro ministro, não queria muito ter que ser cordial com Enrico, tinha mais coisas a resolver naquele momento.

A semana passava rapidamente para a garota, fora uma semana difícil cheia de tarefas, aulas e mais aulas de diferentes matérias, desde uma simples aula de etiqueta a aulas de piano. Mas naquele dia conseguia uma pequena folga, resolvia subir ao terraço para ver como era, sua escadarias eram encantadoras, toda de vidro com água correndo por baixo, podia notar alguns peixem passando, ela subia a escadaria de 12 degraus, nos dois últimos podia ver com perfeição todo o ambiente.

O terraço tinha uma grande piscina, ao lado da garota havia um pequeno lago com cascata e algumas pedras o enfeitando, um caminho de pedra feito na grama seguia até uma mesa de quatro lugares, as cadeiras todas de ferro na cor negra, todo o ambiente era fechado por vidro, havia algumas plantas e arvores por todo o local, uma paisagem maravilhosa.

Siena caminhava para a mesa e se sentava, logo Angel se juntava a ela, as duas pareciam cansadas daquela semana corrida.

– O que está achando das suas aulas?

– Não tenho tempo para respirar, mas estou gostando, acho que me sai bem mal no começo, mas agora estou bem melhor, ainda mais nas aulas de piano… E as aulas de etiquetas são bem irritantes. – Ela ria baixinho e sorria enquanto observava a água da piscina.

Um dos empregados chegava ao terraço levando um pouco de chá para as duas, trazia em uma bandeja de prata, as porcelanas, duas xícaras e um bule, o homem servia as duas e saia sem demora do local, parecia até ter visto um fantasma. Angel se levantava e se curvava, Siena observava sem entender o motivo daquilo, ao se virar para trás percebia que era Adrian que estava ali, rapidamente se levantava e o referenciava em cumprimento.

– Pode nos deixar a sós por um momento Angel. – Sua voz era calma, fazendo com que um calafrio passasse pela espinha de Angel, que saia sem dizer nada. O rapaz estava belo como sempre, usava um terno negro com listras finas brancas, uma cartola alta com oculos de aviador com algumas pequenas lupas em seu visor direito. Ele retirava a cartola e a deixava em cima da mesa e se sentava.

– Não precisa ficar em pé minha criança, sente-se.

Sem pensar duas vezes ela se sentava na cadeira de frente para ele, a beleza dele a deixava um tanto encantada mas trazia junto um sentimento de medo, aquele sentimento de ódio por ele ter mudado o seu destino ainda habitava seu coração.

– Trago uma noticia que irá lhe agradar bastante minha criança, seu primeiro baile de mascaras. Mas não apenas isso, irei lhe apresentar a pessoas que serão seus pais…como lhe disse antes, para ser minha noiva terá que ter tudo muito bem organizado. Não se preocupe com nada, eles são ótimas pessoas e estão ansiosos para lhe conhecer. – Ele se levanta da cadeira e pega a cartola. – Mais uma coisa, seu vestido ficará pronto amanhã, espero que não me desaponte nesse baile.  – Seu sorriso era diabólico, deixando a garota assustada e com raiva.

Ela notava algo estranho ao lado dele, ouvia aquelas risadas de crianças que havia ouvido quando foi salva por ele, mas apenas relance conseguia ver os vultos brancos em volta de Adrian.
Ele descia as escadas e Angel o esperava no último degrau, parecia apreensiva.

– Senhor, as aulas dela estão ocorrendo com tranquilidade, os professores dizem que ela consegue aprender muito rápido e com facilidade.

– Muito bem, me mantenha sempre informado de como ela está se saindo nas aulas. A sim, o baile de mascáras com o primeiro ministro irá acontecer daqui a 3 dias, espero que tudo ocorra muito bem na noite do baile, quero ela extremamente bela e ensinada agindo como um verdadeira dama da nobreza, para que todos parem para observa-la e admira-la. Se algo sair errado, sabe muito bem o que pode acontecer.

– Sim senhor, nada irá sair errado. – Em sua mente se passava cenas curtas de torturas que ocorreram com ela. Ela tentava sorrir para esconder as memórias ruins que vinham em sua mente, para que ele não percebesse nada e ficasse com aquele sorriso sínico no rosto que ela odiava.

Assim que ele sumia completamente de sua vista Angel subia para o terraço novamente, tentando manter o sorriso no rosto.

– Minha querida, deu a hora da próxima aula, melhor ir logo.

O resto do dia era de silêncio e com um ar de medo pairando entre as duas, parecia que Adrian causava o mesmo tipo de sentimento em ambas.

A encomenda chegava a casa, era uma caixa grande que guardava o vestido para o baile, como sempre acontecia Adrian não se encontrava na casa, havia saído para uma viagem e só voltaria na tarde do baile. Ninguém na casa ousava a abir para olhar, era Angel que a pegava e levava para o quarto de Siena, havia um bilhete na caixa dizendo para abrir apenas no dia do baile.

Adrian se encontrava em outra cidade cúpula, a cidade dos correios, ninguém além dos carteiros habitam ali, era uma cidade simples ninguém era rico como nas outras, mas ali era o melhor sistema para entrega de documentos. Ele estava ali para entregar os convites a todos os ministros existentes.

O local parecia uma grande industria, era tudo cinza, não havia arvores, um lugar triste para se viver, ele entrava em um grande prédio o mais antigo, no topo um enorme relógio marcava as horas, podia se notar pequenos ponteiros em minutos diferentes, cada ponteiro significava um morador, assim os clientes poderiam saber se alguém estava atrasado com suas encomendas, pois se alguém atrasasse o seu ponteiro ficaria parado, até que ele retornasse a cidade. Toda a instalação era fria e trazia um ar de tristeza, ele caminhava até um senhor que estava no balcão. Aquele senhor era grisalho provavelmente estava na faixa de seus 75 anos, usava o uniforme padrão da cidade, um uniforme de carteiro na cor azul marinho. Seu rosto mostrava o cansaço que a vida já havia lhe imposto.

– Senhor, preciso que entregue esses convites até amanhã para todos os ministros, será que seria capaz de fazer tal façanha ? – Para ajudar a incentivar o homem, deixava uma bolsa cheia de moedas de ouro em cima do balcão e sorria de um modo diabólico, muitos dali ouviram boatos que aquele jovem não era uma pessoa de boa índole.

– Com toda certeza meu senhor, será entregue até amanha na parte da tarde, não se preocupe nosso sistema é o melhor.

– Espero que seja.

Adrian saia daquele local, havia mais lugares que precisava passar e resolver seus problemas. Ele olhava para seu cocheiro e fazia um simples sinal, que era entendido pelo homem que sabia de todos os seus segredos. A viagem seria longa, ele iria a uma de suas industrias e resolver negócios pendentes.

Os dias se passavam, as duas garotas se sentiam angustiadas e ansiosas por aquele baile, não faziam nenhuma ideia de como seria, só que era um baile de mascaras. Angel era a única a ver Adrian chegando na mansão, ele acabava por se trancar no quarto, provavelmente só sairia na parte da noite quando fosse a hora de ir ao baile.

– Espero que nada de errado, que todos os deuses cuidem dela. – Dizia quase sussurrando em um pedido desesperado aos deuses.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s