O Apocalipse Negro – 01

A profecia

fim-do-mundo01

 

A muitos anos uma profecia foi anunciada, aquele que se auto denominou portador das noticias de Deus, se matou no mesmo dia em que anunciou a profecia, em sua carta de morte ele implorava para que todos aceitassem e parassem de criar armas nucleares e para que todos vivessem em paz, pois os fins do tempo estava chegando e com isso os demônios voltariam a caminhar sobre a Terra e todos viveriam em um novo inferno, mesmo após a morte não haveria um descanso. Pois os puros de coração já estariam nos reinos do céu.

Á aqueles que diziam que sua profecia era falsa, como poderia um suicida ser portador da mensagem de Deus, aqueles mais crentes duvidavam de suas palavras, poucos eram aqueles que acreditaram, mas aqueles poucos tinham certeza que iriam ao reino do céus no dia do arrebatamento. Palavras jogadas ao vento, ouvidos e mentes fechadas a palavra de Deus, nem mesmo aqueles que se diziam ser seus semeadores das palavras aceitaram a sua profecia.

Palavras que deveriam ser ouvidas, palavras sábias ditas pelo próprio criador.

” Vindes a mim pequenos cordeiros, ao meu lado estarão a salvos, aceitem que a hora está chegando, vivam em paz, parem com as guerras….pois aqueles que dominam o inferno, tomaram a terra e andaram sobre ela punindo a todos os pecadores, lembrem-se pequenos cordeiros todos na terra são pecadores, então vinde a mim em meu paraíso, arrependam-se de seus pecados. “

Na cabeça de alguns de seus mais fiéis seguidores, surgiu a semente da dúvida, como Deus poderia pedir para que seus cordeiros morressem de bom grado, não estava certo, muitos achavam que aquela profecia havia sido mandada pelo pai da mentira. Deus não poderia deixar que sua amada Terra fosse tomada por demônios, alguns acreditavam ser apenas uma piada de mal gosto, uma brincadeira feita por alguma instituição para que os países parassem de criar armamentos de guerra.

Os de coração puro sem deixar que a semente da dúvida surgisse em sua mente aceitaram o que foi lhe proposto e tiraram sua vidas enquanto oravam firmemente para Deus, aquelas almas por mais que se tornassem suicidas foram aceitas ao reino dos céus.

Não demorou muito para que a profecia começasse a acontecer, crimes aconteciam a cada momento, a policia parecia não se importar, pessoas eram mortas a todo o momento, guerra entre países se iniciaram…Assim começou o inicio dos fim dos tempos, aquelas armas criados começaram a ser usada e no momento que a primeira bomba nuclear foi lançada, foi a chave final para a liberação dos demônios na Terra.

Aqueles que ainda estavam vivos começaram a orar, implorar por misericórdia, mas aquele que estava no reino dos céus ignorava as preces de seus filhos, havia se esquecido daqueles que estavam vivendo num mundo de caos e discórdia. Aquela Terra deveria ser um mundo de paz e prosperidade, mas a ganancia, cobiça e avareza fez com que todos fechassem seus olhos para o que estava acontecendo ao redor do mundo.

Palavras bonitas já não serviam de nada, tentar fazer a paz e restabelecer as amizades não adiantaria, o mundo já estava sendo dominado pelas criaturas do inferno…

Todos os humanos vem sofrendo, suas vidas sendo tomadas e atormentadas pelos demônios que hoje caminham livremente por toda a face da Terra. Ninguém é poupado, nem mesmo crianças, nem a morte trás paz para aqueles que falecem neste período de desespero e agonia. Suas almas são enviadas diretamente ao inferno ou ao purgatório, onde são novamente torturados, não saíram do limbo até que Deus salve suas almas deste lugar de terror.

A Terra se tornou o novo inferno, os demônios já dominaram quase tudo.

Ainda existem algumas igrejas e pequenas colonias formadas em volta daquelas igrejas, conseguem se manter firmes e não serem dominadas pelo mal, graças a fé, ensinos de exorcismos e a cima de tudo a esperança de que tudo aquilo logo irá acabar e que Deus trará a paz a todos. Boatos correm por estes locais que ainda sobrevivem, dizem que um padre antes da morte balbuciou palavras em latim.

“Filius hominis veniet ut salvos facias nos”
( O filho de Deus, virá para nos salvar. )

Aqueles que ainda tentam sobreviver e lutam contra os demônios, tentam ir as igrejas e colonias. Mas com todo o caos, os solos veem se tornando inférteis, as águas estão se secando, animais estão morrendo e a cada dia a comida se torna mais escassa. Muitos estão morrendo pela fome, sede e mal conseguem chegar a seus destinos…além de existir muitos demônios tomando conta destes locais para que ninguém mais entre ou se aproxime, muitos estão morrendo por torturas e tendo suas almas tomadas.

Com o tempo se passando, muitos locais passaram apenas a aceitar homens, pois as mulheres passaram a ser consideradas novamente como bruxas, por serem usadas como objetos de luxúria por aqueles que caminham sobre as trevas.

Aquelas palavras ditas pelo padre se tornaram mais forte a cada momento, até que um Monge recebeu uma visão de que uma mulher iria dar a luz ao filho de Deus. Novamente a mente daquele homem se deixou brotar uma semente de dúvida, pois todas as mulheres estavam imaculadas para receber o filho de Deus, o portador da luz para acabar com as trevas.

Ele voltou a orar com fervor, notando que não havia mais o que perder, além de crer que aquela poderia ser uma última esperança no coração daqueles que já não acreditavam mais que o pai iria os salvar daquela escuridão.

O monge fez de tudo para que a notícia chegasse ao ouvido de cada membro das colonias e igrejas, para que aceitassem mulheres grávidas e que benzesse os nascidos aquele que fosse o verdadeiro filho de Deus não iria ser machucado pela água benta, assim como foi mostrado em sua visão.

Anúncios

2 pensamentos sobre “O Apocalipse Negro – 01

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s